Mais liberdade

Como posso conseguir mais liberdade?

“Gostaria que meus pais me deixassem sair sozinha de vez em quando.” — Sara, 18 anos.

“Sempre pergunto a meus pais por que eles não confiam em mim quando quero sair com um grupo de amigos. Geralmente, eles respondem: ‘Nós confiamos em você. Só não confiamos em seus amigos.’” — Cristina, 18 anos.

VOCÊ também quer mais liberdade, assim como Sara e Cristina? Para isso, precisará ganhar a confiança de seus pais. Mas confiança é bem parecida a dinheiro — difícil de conseguir, fácil de perder e, não importa quanto se ganha, talvez nunca pareça ser o bastante. Eliana, de 16 anos, disse: “Sempre que quero sair, meus pais me bombardeiam com perguntas sobre aonde vou, quem irá comigo, o que vou fazer e a que horas vou voltar. Sei que eles são meus pais, mas me irrito quando ficam me interrogando desse jeito!”

O que você pode fazer para que seus pais confiem mais em você e lhe deem mais liberdade? Antes de responder a essa pergunta, vamos ver por que a confiança é um assunto tão delicado, que gera atrito entre muitos pais e filhos.

A difícil fase da transição

A Bíblia reconhece que “o homem deixará seu pai e sua mãe”. (Gênesis 2:24) É claro que o mesmo pode ser dito sobre a mulher. Um objetivo fundamental da adolescência é preparar você — quer seja homem quer mulher — para a vida adulta, quando estará pronto para sair de casa e talvez formar sua própria família.*

No entanto, a transição para a vida adulta não é igual a uma porta pela qual você simplesmente passa quando atinge certa idade. É mais parecida com uma escada, que você sobe degrau por degrau durante toda a adolescência. É verdade que você e seus pais talvez tenham opiniões diferentes sobre quantos degraus você já subiu nessa escada. “Tenho 20 anos e ainda tenho um problema com meus pais!”, disse Maria, que acha que seus pais não confiam nela quando o assunto é a escolha de amigos. “Meus pais acham que eu não conseguiria sair de uma situação ruim. Eu tentei lhes dizer que saí de situações assim, mas isso não é o bastante para eles!”

Como mostra o comentário de Maria, o assunto da confiança pode ser a causa de muita tensão entre pais e filhos. É assim na sua família? Se for, como você pode ganhar mais confiança de seus pais? E, se você perdeu a confiança deles por ter agido de modo irresponsável, o que poderá fazer para corrigir a situação?

Prove que merece confiança

O apóstolo Paulo escreveu aos cristãos do primeiro século: “Persisti em provar o que vós mesmos sois.” (2 Coríntios 13:5) É verdade que esse conselho não foi dado especialmente para os adolescentes. Mesmo assim, o princípio é válido. Na maioria dos casos, quanto mais confiável você se mostrar, mais liberdade lhe será dada. Não que você deva ser perfeito. Afinal, errar é humano. (Eclesiastes 7:20) Mas, de modo geral, será que seu comportamento dá motivos para que seus pais não confiem em você?

Por exemplo, Paulo escreveu: “Queremos comportar-nos honestamente em todas as coisas.” (Hebreus 13:18) Pergunte-se: ‘Tenho sido honesto com meus pais quando digo aonde vou e o que faço?’ Observe os comentários de alguns jovens que tiveram de fazer uma avaliação honesta de si mesmos sobre isso. Depois de ler o que eles dizem, responda às perguntas abaixo.

Laura: “Eu estava trocando e-mails secretamente com um menino de quem gostava. Meus pais descobriram e mandaram que eu parasse. Prometi que faria isso, mas não fiz. Isso continuou por um ano. Eu mandava e-mails, meus pais descobriam; eu me desculpava e prometia que ia parar, mas aí fazia tudo de novo. A situação chegou a ponto de meus pais não poderem confiar em mim para nada!”

Na sua opinião, por que os pais de Laura pararam de confiar nela? ․․․․․

Se você fosse os pais de Laura, o que teria feito e por quê? ․․․․․

Como Laura poderia ter sido mais responsável depois que seus pais conversaram pela primeira vez com ela sobre o problema? ․․․․․

Suely: “Meus pais não confiavam em mim quando o assunto era meninos, mas agora entendo por quê. Eu estava flertando com dois meninos que eram dois anos mais velhos do que eu. Além disso, conversava com eles por telefone horas a fio, e nas festinhas conversava praticamente só com eles. Meus pais tiraram meu telefone por um mês e não me deixavam ir a lugares onde aqueles meninos estariam.”

Se você fosse os pais de Suely, o que teria feito e por quê? ․․․․․

Na sua opinião, acha que os pais de Suely exageraram nas proibições que estabeleceram para ela? Em caso afirmativo, por quê? ․․․․․

O que Suely poderia ter feito para reconquistar a confiança de seus pais? ․․․․․

Fonte deste artigo: http://wol.jw.org/pt/wol/d/r5/lp-t/1102011123